por ANIN URASSE e

BRENDA MARIA
 

Essa lista surgiu com uma brincadeira que fiz no meu facebook. Diante de tantas correntes estilo orkut de ser, lancei uma: “Comente Reaja ou Será Morto/a que eu te dou uma ação prática para reeguermos nosso povo”. Surpreendentemente, choveram comentários, e surgiu a idéia de compilar todas as ações, organizar por áreas e disponibilizar.

 

O povo negro tem várias demandas, e cuidar de nós, por nós, é o que defende o pan-africanismo de base comunitária. Em meio ao caos político e a nítida falência do projeto de promoção da igualdade racial, o pan-africanismo nacionalista ressurge com força, resgatando a importância da luta preta autônoma, sem cabresto, sem financiamento, sem partido e sem transformar a militância num espaço de glamour ou lucro pessoal. Vivemos um contexto de guerra racial, e nos organizar autonomamente, e cuidar de nós mesmos é o primeiro passo pra emancipação. Não é trabalho de "base". Não é levar luz às "massas". É trabalho pra reerguer um povo. Por amor ao nosso povo.

Sempre articulados com outros grupos pretos autônomos (mesmo que seja o grupo de 1 pessoas só, hehehe) desenvolva atividades que, em última instância, visa unir o povo negro. Nossa luta é grande. Precisamos: 1) nos reconhecer enquanto pretos; 2) conhecer nossa história; 3) conhecer as atrocidades cometidas pelo inimigo; 4) nos organizar politicamente 5) nos transformar num corpo forte e politicamente influente para, só assim, ter condições de guiar nosso próprio destino. Centenas de grupos pretos autônomos e interligados falando de poder negro, autonomia do povo negro, renascimento africano… por quê não? Não (só) nos círculos universitários, mas nas quebradas, nos quilombos, nas cadeias… EU ACREDITO!

 

Como dito, não acreditamos no estado brasileiro enquanto sanador das nossas mazelas, uma vez que foi este estado um dos responsáveis pela nossa queda. Como diz o mestre Hamilton Borges, não disputamos espaço nessa máquina de moer corpos negros. Nós queremos um outro projeto de nação, uma outra coisa, mas o primeiro passo é nas nossas comunidades. Se não temos o controle de nossas próprias comunidades, como vamos falar em poder negro?

Bom, seguem as propostas então. Essas ações não são projetos. Militância não é projeto, não tem começo, meio e fim. É luta pra vida INTEIRA! É reeguer de um povo, em todos os aspectos, DESENVOLVENDO AÇÕES ALIADAS A UMA FORMAÇÃO POLÍTICA FORTE, DE EMANCIPAÇÃO com base nos valores africanos que necessitamos resgatar.

 

Que possamos estar juntos e articulados, fazendo ações com, pelo, junto e para o nosso povo, nos organizando, gerando educação, emprego, cultura para nós mesmos. Criando nossos próprios espaços de formação. Nossos próprios fundos de financiamento. Nossas próprias mídias. Chega de depender de quem nos quer mortos. Se o estado financia não é revolucionário. É autonomia ou morte. Isso é pan-africanismo.

 

EDUCAÇÃO / INFORMAÇÃO / FORMAÇÃO

  1. Ensine 5 pessoas pretas a ler e escrever;
  2. Articule uma aula de idiomas de baixo custo tendo com professores irmãos refugiados;
  3. Dê aulas de reforço escolar para crianças pretas de sua comunidade;
  4. Reúna livros pretos e monte uma pequena biblioteca comunitária;
  5. Elabore um jornal negro na sua comunidade;
  6. Organize debates sobre temas pretos na sua comunidade;
  7. Ofereça aulas gratuitas de uma matéria que você domina para nossas irmãs travestis se saírem bem no Enem;
  8. Dê oficinas de fotografia para adolescentes pretos;
  9. Faça oficinas de redação pras crianças de sua comunidade soltarem a imaginação!
  10. Monte um comitê que fiscalize a implementação da lei 10.639 nas escolas de seu bairro. Pressione a direção;
  11. Faça um clube de leitura para crianças pretas de sua comunidade;
  12. Contribua financeiramente com o transporte de algum/a irmão que está com dificuldade de continuar os estudos;
  13. Organize um curso pré-vestibular comunitário;
  14. Organize uma lista de contatos de professores universitários pretos parceiros de luta!
  15. Ajude os alunos de um escola pública de seu bairro a criar um grêmio estudantil preto;
  16. Leia histórias pretas para quem não sabe ler;
  17. Leia para pessoas pretas cegas;
  18. Faça traduções de autores pretos e disponibilize!
  19. Ensine mais velhos negros a usarem o computador e a internet;
  20. Promova a literatura negra nas escolas de seu bairro;
  21. Consiga uma bolsa de estudos para uma criança negra;
  22. Ensine idosos negros a ler e escrever;
  23. Ensine um segundo idioma a adolescentes negros;
  24. De aulas de reforço de matemática a crianças de sua comunidade!
  25. Organize um cursinho preto para concurso público;
  26. Monte uma escola pan-africanista;
  27. Monte um curso pra ensinar uma segunda língua a LGBTs pretos;
  28. Ensine as crianças de sua comunidade a como usar a internet de forma produtiva;
  29. Crie uma ação para apoiar a compra de material escolar para crianças pretas
  30. Monte um curso de libras para pessoas pretas e aproxime o movimento preto da comunidade surda!
  31. Ensine português a um irmão do continente refugiado;
  32. Crie/ disponibilize cartilhas de alfabetização com referências pretas para nossas crianças;
  33. Forneça livros de revolucionários pretos para a biblioteca do presídio de sua cidade;
  34. Promova aulas de educação no trânsito para crianças pretas;
  35. Dê aulas de informática básica aos jovens de sua comunidade;
  36. Monte um grupo de estudos pretos na sua universidade que inclua, além dos alunos, irmãos e irmãs da xerox, serviços gerais, secretaria, etc...

 

CULTURA / ENTRETENIMENTO

  1. Monte um cineminha preto comunitário;
  2. Faça um teatrinho de boneco com as crianças de sua comunidade. Não os abandone. Mantenha a periodicidade;
  3. Organize passeios periódicos a museus com as crianças e adolescentes de sua comunidade;
  4. Faça um baile da terceira idade com temática afro;
  5. Faça um baile black num asilo!
  6. Organize um Kwanzaa na sua comunidade!
  7. Organize aulas gratuitas de capoeira para crianças de sua comunidade;
  8. Organize aulas de dança afro na sua comunidade;
  9. Monte um maculelê na sua comunidade!
  10. Fortaleça um grupo preto tradicional de sua cidade (jongo samba, entre outros);
  11. Monte uma rádio comunitária!
  12. Promova um dia cultural na sua comunidade;
  13. Leve as crianças de sua comunidade no cinema;
  14. Leve os jovens de sua comunidade ao teatro;
  15. Promova saraus comunitários temáticos com poetas e poetisas negros;
  16. Faça oficina de poesias para adolescentes pretos;
  17. Monte uma escolinha de futebol na sua quebrada;
  18. Ensine as crianças de sua quebrada a fabricar instrumentos;
  19. Promova oficinas de jogos que estimulem o raciocínio para crianças negras (como o xadrez);
  20. Resgate brincadeiras pretas antigas (como a umbigada) e ensine as crianças pretas de sua comunidade a que nossa cultura não se perca;
  21. Dê aulas de canto na sua quebrada;
  22. Organize um passeio ecológico para crianças pretas;
  23. Crie um grupo de teatro na sua comunidade;
  24. Organize um curso gratuito de instrumentos para adolescentes pretos de sua comunidade;
  25. Organize um passeio ao zoológico para crianças pretas (muitas nunca foram!);

 

ALIMENTAÇÃO

  1. Organize uma horta comunitária no seu bairro;
  2. Pelo menos em um dia da semana, com um grupo, mate a fome dos nossos irmãos e irmãs que estão na rua;
  3. Promova ações de estímulo à alimentação saudável para nossas crianças;
  4. Elabore cafés da manhã comunitários mensais;

 

TERRITORIALIDADE

  1. Faça um mutirão para recuperar algum espaço público de sua comunidade (parquinho, por exemplo);
  2. Faça um mutirão de limpeza na sua comunidade;
  3. Reative a associação de moradores do seu bairro;
  4. Ofereça apoio à creche comunitária do seu bairro;
  5. Renomeie as ruas de sua comunidade para homenagear heróis e heroínas negros;
  6. Ajude na reorganização de um Clube Social Negro;
  7. Organize um passeio a lugares históricos para os jovens pretos de sua comunidade;
  8. Faça um mutirão para melhorar a iluminação de sua comunidade;
  9. Faça um acordo com a galera do grafite e pinte os muros das escolas pretas de sua comunidade com referências pretas;
  10. Mapeie os terreiros de sua cidade para ações conjuntas de combate ao racismo religioso;
  11. Promova na sua comunidade eventos de socialização em datas comemorativas;

 

TRABALHO / GERAÇÃO DE RENDA

  1. Monte um bazar com as amigas e com o dinheiro ajude famílias pretas;
  2. Ajude pessoas pretas desempregadas a elaborar currículos;
  3. Organize uma cooperativa de mulheres pretas vítimas de violência doméstica pra que elas tenham algum tipo de renda;
  4. Elabore um caixa financeiro preto (daqueles que cada um dá um valor mensal e em determinado mês cada participante leva o dinheiro todo). Melhor do que a gente ficar dando dinheiro a b(r)anco!
  5. Organize um catálogo de empreendedores/as pretos/as pra que a gente se fortaleça cada vez mais;
  6. Arranje cartas de emprego para irmãos e irmãs que estão no regime semiaberto para eles terem progressão de pena;
  7. Elabora uma estratégia de busca de empregos para egressos do sistema prisional;
  8. Elabore uma pequena feira de empreendedoras negras da sua região;
  9. Ajude um jovem preto a conseguir seu primeiro emprego;
  10. Seja referência para pessoas pretas que estão participando de processos seletivos;
  11. Organize uma cooperativa preta de reciclagem;
  12. Pague o transporte de irmãos que estejam a procura de emprego;
  13. Valorize os pequenos comércios pretos de sua comunidade. Monte uma associação para que eles discutam seus próprios problemas e encontrem soluções conjuntas;
  14. Organize uma oficina vocacional que ajude jovens pretos a escolher seu caminho profissional;
  15. Ensine uma família preta sem renda a como fazer doces e bolos para festas;
  16. Fortaleça uma cooperativa de material reciclável;
  17. Encaminhe jovens pretas para cursos profissionalizantes;

 

MEMÓRIA

  1. Recolha histórias de idosos pretos do seu bairro;
  2. Recolha a história de idosos pretos que estão em asilos;
  3. Resgate a memória dos movimentos negros do seu território;
  4. Recolha a história de uma comunidade quilombola;

 

APOIO / SUPORTE / AUTO-ESTIMA

  1. Escreva cartas de esperanças a nossas irmãs encarceradas;
  2. Apadrinhe uma criança preta cuja família está passando por problemas. Seja o seu "tutor";
  3. Crie um grupo de apoio às mães e familiares que perderam parentes pra violência policial;
  4. Organize um tribunal comunitário com os idosos de sua comunidade pra resolução de pequenos conflitos;
  5. Elabore um desfile infantil em sua comunidade pras crianças pretas se sentirem bonitas;
  6. Organize assistência jurídica gratuita para pessoas pretas, por advogados pretos;
  7. Acompanhe crianças pretas que estão em orfanatos. Faça ações que elevem sua autoestima;
  8. Organize um transporte gratuito para pessoas que irão visitar seus parentes nas penitenciárias. Elas ficam longe, as pessoas têm dificuldade e às vezes não fazem visita por isso;
  9. Crie um coletivo de homens pretos pra promover discussões sobre masculinidade;
  10. Organize uma casa de apoio a LGBTs pretos vitimas de violência em casa;
  11. Monte uma rede de acolhimento a irmãos refugiados;
  12. Organize um dia de beleza para mulheres negras de sua comunidade;
  13. Faça um book fotográfico para idosos pretos de sua comunidade;
  14. Monte uma ação para promover a paternidade preta responsável;
  15. Há muitos dos nossos que não possuem documentos básicos (RG, CPF, até mesmo certidão de nascimento). Monte uma ação que ajude nosso povo a ter sua documentação certinha;
  16. Promova a articulação, intercâmbio e ações conjuntas de movimentos pretos no Brasil e outros países;
  17. Oriente jovens pretos/as que tenham interesse em fazer intercâmbio na África e vice versa!
  18. Oriente famílias que recebem bolsa família e outros programas sociais do governo para que elas não tenham seus benefícios bloqueados por perda de prazo, erro de documentação, entre outos...
  19. Oriente irmãos refugiados sobre documentação e seus direitos no país;
  20. Desenvolva ações pra aproximar as comunidades dos terreiros;
  21. Desenvolva ações com/para pessoas pretas em situação de rua

 

SAÚDE

  1. Faça ações de educação em saúde com as crianças de sua comunidade (como escovar os dentes, entre outros);
  2. Dê aulas de educação sexual aos adolescentes pretos de sua comunidade;
  3. Faça uma campanha contra o câncer de mama na sua comunidade;
  4. Organize uma rede de hospedagem gratuita para famílias pretas que precisam fazer tratamento de saúde fora da sua cidade;
  5. Promova ações de autocuidado à pessoa;
  6. Aprenda com uma mãe de santo a fazer três tipos de remédios caseiros com ervas e ensine às famílias de sua comunidade;
  7. Ofereça atividades de expressão corporal em sua comunidade;
  8. Organize um grupo de apoio para pessoas pretas que querem se livrar do cigarro;
  9. Organize um grupo de combate ao alcoolismo nas comunidades pretas;
  10. Elabore ações periódicas de combate à hipertensão arterial no seu bairro;
  11. Elabore um grupo de caminhada para adultos negros hipertensos em sua comunidade
  12. Monte um comitê no seu bairro para fiscalizar a implementação da política de saúde da população negra nos postos de saúde de seu bairro e vizinhança;
  13. Apoie a associação de pessoas com doença falciforme do seu estado;
  14. Organize uma lista de médicos pretos em sua cidade;
  15. Complemente a bolsa alimentação de alguma irmã que esteja fazendo tratamento contra tuberculose (eles já recebem, mas é pouquinho. Um dos motivos do abandono do tratamento é que o remédio dá muita fome, e muitos não têm condição de continuar);
  16. Apoie famílias de crianças com doença falciforme. As crianças possuem muitas demandas.
  17. Organize um transporte para que crianças pretas com deficiência possam ir para centros de reabilitação sem interromper o tratamento;
  18. Distribua lanche para acompanhantes de pacientes nos hospitais. Em muitos lugares só o paciente tem direito, e nosso povo fica com fome;
  19. Crie um grupo de mães negras para trocas de experiências sobre gravidez, parto e puerpério;
  20. Articule a criação de um banheiro comunitário para que nossa irmandade em situação de rua tenham onde tomar um banho;
  21. Visite nossos irmãos e irmãs que estão abandonados em hospitais psiquiátricos. Eles têm muitas demandas. Sane algumas;
  22. Acompanhe o calendário de vacinação das crianças de sua comunidade;